Capítulo 14. Ferramentas

Índice

1. A Caixa de ferramentas
1.1. Introdução
1.2. Ícones das ferramentas
1.3. Área de indicações e cores
1.4. Opções da ferramenta
2. Ferramentas de seleção
2.1. Características comuns
2.2. Seleção Retangular
2.3. Seleção elíptica
2.4. Seleção Livre (Laço)
2.5. Seleção Contígua (Varinha Mágica)
2.6. Seleção Por Cor
2.7. Tesouras Inteligentes
2.8. Seleção de frente
3. Ferramentas de pintura
3.1. Características em comum
3.2. Dinâmicas
3.3. Ferramentas de pincel (lápis, pincel, aerógrafo)
3.4. Preenchimento com balde
3.5. Degradê
3.6. Lápis
3.7. Pincel
3.8. MyPaint Brush
3.9. Borracha
3.10. Aerógrafo
3.11. Tinta
3.12. Clonagem
3.13. Restaurar
3.14. Clonagem em perspectiva
3.15. Desfocar/Deixar nítido
3.16. Borrar
3.17. Sub/Super-exposição
4. Ferramentas de transformação
4.1. Funcionalidades em comum
4.2. Alinhar
4.3. Mover
4.4. Cortar
4.5. Rotacionar
4.6. Redimensionar
4.7. Inclinar
4.8. Perspectiva
4.9. Unified Transform
4.10. Handle Transform
4.11. Espelhar
4.12. A ferramenta de gaiola
4.13. Warp Transform
5. Outros
5.1. Visão-geral
5.2. Vetores
5.3. Seletor de cores
5.4. Zoom
5.5. Medidas
5.6. Texto
5.7. Operação da GEGL

1. A Caixa de ferramentas

1.1. Introdução

O GIMP provê uma caixa de ferramentas que tenta ser completa, de forma a permitir completar rapidamente várias tarefas básicas, tais como criar seleções ou desenhar vetores. As várias ferramentas contidas na Caixa de ferramentas do GIMP são discutidas em detalhes aqui.

(No caso de você estar curioso, na linguagem do GIMP, uma ferramenta é um meio de interagir com uma imagem que requer acesso à tela, ou seja, ou que permita que você indique o que você deseja fazer movendo e clicando o ponteiro do mouse na imagem, ou para mostrar interativamente os resultados de mudanças realizadas. Porém, se você quiser pensar nas ferramentas como uma serra, e na imagem como um tronco de madeira, não vai lhe fazer muito mal.)

[Nota] Nota

Veja mais em Janela principal: A caixa de ferramentas para ver uma visão-geral da caixa de ferramentas e dos seus componentes.

GIMP has a diverse assortment of tools that let you perform a large variety of tasks. The tools can be thought of as falling into four categories:

  • Ferramentas de seleção, que definem ou modificam uma parte da imagem que será afetada pelas próximas ações;

  • Ferramentas de pintura, que inserem cores e desenhos em partes da imagem;

  • Ferramentas de transformação, que alteram a geometria da imagem;

  • Other tools, which don't fall into the other three categories.

1.2. Ícones das ferramentas

Figura 14.1. Os ícones das ferramentas na caixa de ferramentas

Os ícones das ferramentas na caixa de ferramentas

A maioria das ferramentas podem ser ativadas clicando em seu ícone na caixa de ferramentas. Por padrão, algumas ferramentas são acessíveis apenas através dos menus (muitas da ferramentas de cor são acessíveis apenas através do menu Cores ou através do menu FerramentasCores). De fato, cada ferramenta pode ser ativada a partir do menu Ferramentas; e também, cada ferramenta pode ser ativada pelo teclado usando uma tecla aceleradora.

Na configuração padrão, criada quando o GIMP é instalado pela primeira vez, nem todas as ferramentas exibem um ícone na caixa de ferramentas: as ferramentas de cores são omitidas. Você pode escolher quais ferramentas serão exibidas na caixa de ferramentas através do menu EditarPreferênciasCaixa de ferramentas. Existem duas razões pelas quais você pode querer fazer isso: a primeira é que se você raramente usa uma ferramenta, você pode encontrar mais facilmente as ferramentas que desejadas se remover o ícone das ferramentas não usadas e que podem lhe atrapalhar; a segunda é que se você usa muito as ferramentas de cores, então pode ser conveniente para você ter ícones para essas ferramentas em locais mais disponíveis. Em qualquer caso, sem contar com a caixa de ferramentas, você pode ter acesso facilmente a qualquer ferramenta a qualquer momento usando o menu Ferramentas no menu da janela de imagem.

A forma do cursor muda quando está dentro de uma imagem, para uma que indica qual ferramenta está ativa (isso se no menu Preferencias você estiver selecionada a opção Janelas de ImagemCursores de mouseModo do cursorÍcone da ferramenta).

1.3. Área de indicações e cores

Figura 14.2. Área de indicadores e cores na caixa de ferramentas

Área de indicadores e cores na caixa de ferramentas

1.3.1. Área de cores

Figura 14.3. Cores ativas na caixa de ferramentas

Cores ativas na caixa de ferramentas

Área de cores

Essa área mostra a paleta básica de cores do GIMP, consistindo de duas cores: a cor de Frente e cor de Fundo. As mesmas são usadas para pintar, preencher, e diversas outras operações. Clicar duas vezes sobre uma cor fará abrir a janela do seletor de cores, que lhe permitirá selecionar outra cor. No GIMP e no manual em inglês, essas cores são abreviadas simplesmente como FG para Foreground (Frente) e BG para Background (Fundo). Então, se tanto em algum ponto do manual, algum plug-in de terceiros instalado, ou em algum fórum sobre o GIMP na Internet você encontrar as abreviações FG/BG, está sendo feita uma referência a essas cores.

Cores padrão

Ao clicar sobre este pequeno ícone as cores de Frente e de Fundo voltam a ser preto e branco, respectivamente. Pressionar a tecla D tem o mesmo efeito.

Trocar cores de Frente e de Fundo

Clicar na pequena flecha com duas pontas faz com que a cor de frente e de fundo sejam trocadas entre si. Pressionar a tecla X tem o mesmo efeito.

[Dica] Dica

Você pode clicar e arrastar uma dessas cores diretamente para uma camada: isso fará com que a camada seja preenchida inteiramente com essa cor.

1.3.2. Área de indicador de ferramenta

Figura 14.4. Pincel ativo, textura e degradê na caixa de ferramentas

Pincel ativo, textura e degradê na caixa de ferramentas

Essa parte da caixa de ferramentas mostra o pincel, textura e degradê que estão selecionados no momento. Clicar em qualquer uma das três fará abrir uma janela em que você poderá mudá-las. Esta área não é visível por padrão, mas pode ser configurada no diálogo de Preferências/Caixa de ferramentas.

1.3.3. Área da imagem ativa

Figura 14.5. Imagem ativa na caixa de ferramentas

Imagem ativa na caixa de ferramentas

Uma miniatura da imagem ativa pode ser exibida nessa área se a opção Exibir imagem ativa estiver ativada em Preferências/Caixa de ferramentas. Se você clicar na miniatura da imagem, a janela da imagem será aberta, o que é muito útil caso você esteja trabalhando com várias imagens ao mesmo tempo no modo de janelas múltiplas. Você também pode clicar e arrastar a miniatura para um gerenciador de arquivos que (desde que ele funcione de acordo com o protocolo XDS [8]) para salvar diretamente a imagem correspondente.

1.4. Opções da ferramenta

Figura 14.6. Caixa de opções da ferramenta

Caixa de opções da ferramenta

A janela de opções da ferramenta aerógrafo.


Se seu programa estiver configurado como o da maioria das pessoas, então ao ativar uma ferramenta a janela de opções da ferramenta irá aparecer abaixo da caixa de ferramentas. Se o seu programa não estiver configurado dessa forma, pelo menos deveria: é muito difícil usar as ferramentas de forma eficiente sem estar apto a alterar as suas opções. De qualquer forma, um clique-duplo no ícone de qualquer ferramenta faz a caixa de opções da ferramenta se tornar visível se estiver escondida.

[Dica] Dica

As opções de ferramenta aparecem em baixo da caixa de ferramentas por padrão. Se isso, por algum motivo, não for o caso do seu programa, então você pode corrigir isso criando uma nova janela de opções da ferramenta através do menu JanelasDiálogos de encaixeOpções de ferramentas e então encaixando-a abaixo da caixa de ferramentas. Consulte a seção Diálogos e encaixes se você precisar de ajuda.

Cada ferramenta tem a suas próprias opções. As escolhas que você faz nas ferramentas serão mantidas durante a sessão, até que você as altere novamente. Na verdade, as opções de ferramentas são mantidas de sessão em sessão. A persistência de uma opção de ferramenta entre os usos do programa as vezes pode causar alguma irritação: uma ferramenta se comporta de uma maneira estranha, e você não consegue imaginar o porquê, já que você não se lembra que você ativou alguma opção incomum na última vez que você a usou, há duas semanas atrás.

Na parte inferior da janela de opções de ferramentas, existem quatro botões:

Salvar as opções em

Este botão permite que você salve as configurações da ferramenta ativa no momento, para que você possa restaurar posteriormente. Isso traz a tona o Seção 5.1, “Diálogo de Definições de ferramentas” , que permite a você dar um nome para as opções salvas. Quando você for restaurar as opções, só serão mostradas as opções referentes a ferramenta ativa, então você não precisa se preocupar sobre incluir um nome que lembre para qual ferramenta aquela configuração foi salva.

Restaurar opções

Este botão permite que você restaure uma configuração de opções previamente salvas para a ferramenta ativa no momento. Se nenhuma configuração foi salva anteriormente para a ferramenta ativa, então o botão não estará clicável. Caso contrário, clicar sobre o botão fará um menu com os nomes das opções salvas aparecer: ao escolher uma das entradas do menu as configurações serão aplicadas automaticamente.

Remover opções

Este botão permite que você remova um conjunto de opções previamente salvo para a ferramenta ativa no momento. Se nenhuma configuração foi salva anteriormente para a ferramenta ativa, então o botão ira exibir o nome da ferramenta. Caso contrário, clicar sobre o botão irá mostrar um menu com os nomes de configurações salvas: a configuração selecionada será removida.

Restaurar valores padrão

Este botão faz com que as opções da ferramenta ativa voltem aos seus valores padrão.

Novos controles deslizantes

A opção de controles deslizantes foi alterada no GIMP-2.8: embora não sejavisível, agora a barra dos controles deslizantes é dividida entre a parte superiore a inferior.

Figura 14.7. Os novos controles deslizantes da caixa de opções de ferramentas

Os novos controles deslizantes da caixa de opções de ferramentas

O cursor em forma de seta para cima na metade superior da área do controle deslizante

Os novos controles deslizantes da caixa de opções de ferramentas

O cursor em forma de seta em duas direções horizontais na metade inferior da área do controle deslizante


  • Na metade superior da área do controle: Clicar com o cursor em forma de seta para cima ajusta o controle deslizante para um valor que depende somente da posição do cursor (sem referência aos valores anteriores, impreciso). Clicar e arrastar o cursor em forma de seta para cima pode reajustar o valor em grandes quantidades.

  • Na metade inferior da área deslizante: Somente clicar com o cursor em forma de setas duplas não tem efeito algum. Ao clicar e arrastar o cursor em forma de setas duplas, o valor é ajustado o valor em pequenas quantidades, gradativamente.

Uma vez que você tenha ajustado aproximadamente o valor, você pode afiná-lo precisamente utilizando os dois pequenos botões de seta à direita do controle deslizante.

A área do valor na área deslizante trabalha como um editor de texto: lá você pode editar o valor ou inserir diretamente um novo valor.

Para algumas opções, você pode arrastar o ponteiro para fora da caixa de opções de ferramentas. Por exemplo, para o controle de tamanho do pincel, cujo valor máximo é 10.000, você pode arrastar o ponteiro do mouse até o canto direito da sua tela.

Mouse Scroll-Wheel actions

When using tools, you can use the mouse scroll-wheel, in combination with various modifiers, to do useful things with the tool options of the selected tool:

  • Alt + Mouse-wheel:  increase/decrease opacity

  • Shift + Primary + Mouse-wheel:  increase/decrease aspect ratio

  • Shift + Alt + Mouse-wheel:  increase/decrease angle

  • Primary + Alt + Mouse-wheel:  increase/decrease size

  • Shift + Primary + Alt + Mouse-wheel:  increase/decrease spacing

Note: the Primary modifier is usually Ctrl or Cmd, depending on your platform.



[8] Veja mais em [XDS].