2.2. Diálogo de canais

Figura 15.9. O diálogo de canais

O diálogo de canais

O diálogo de Canais é a principal interface para editar, modificar e gerenciar seus canais. Há dois tipos distintos de canais no GIMP, e por isso esse diálogo é dividido em duas partes: a primeira parte para os canais de cor, e a segunda parecidos para os canais que podem ser usados como máscaras de seleção ou de spot-colors.

Canais de cores afetam a a imagem toda e não a uma camada específica. Basicamente, há um canal para cada uma das três cores primárias necessárias para renderizar toda a faixa de cores naturais. Assim como outros softwares que trabalham com imagens, o GIMP usa as cores Vermelho, Verde e Azul como cores primárias. Os primeiros canais, primários, mostram os valores Vermelho, Verde e Azul de cada pixel da imagem. Próximo ao nome de cada canal há uma miniatura mostrando a representação em tons de cinza de cada canal, onde branco representa 100% daquela cor, e preto representa 0% da mesma. Alternativamente, se sua imagem é em Tons de cinza, há apenas um canal primário chamado de Cinza. Para uma imagem indexada com um número fixo de cores conhecidas, também só há um canal chamado Indexado. Então, há um canal opcional chamado Alfa (veja Canal alfa no glossário). Esse canal mostra os valores de transparência para cada pixel da imagem, onde branco é opaco e visível e preto é transparente e invisível. Se você criar sua imagem sem transparência, então o canal alfa não estará presente, mas você pode adicioná-lo a partir do menu do diálogo de Camadas. Também, se você tiver mais de uma camada em sua imagem, o GIMP cria automaticamente um canal Alfa (mesmo que nenhuma das camadas da imagem tenha um canal alfa)

[Nota] Nota

O GIMP não suporta os modelos de cor CMYK ou YUV para edição de imagem.

Figura 15.10. Representação de uma imagem com canais

Representação de uma imagem com canais

Canal vermelho

Representação de uma imagem com canais

Canal verde

Representação de uma imagem com canais

Canal azul

Representação de uma imagem com canais

Canal alfa

Representação de uma imagem com canais

Todos os canais


A imagem da direita está decomposta em três canais de cor (vermelho, verde e azul) e o canal alfa para transparência. Na imagem, a transparência é representada por um quadriculado cinza. No canal de cor, branco sempre aparece como branco, por que todas as cores estão presentes em intensidade máxima. Da mesma forma, preto é sempre preto. O chapéu vermelho é visível no canal vermelho, mas imperceptível nos outros canais, O mesmo acontece para a cor verde sólida e o azul, que só são visíveis em seus respectivos canais.

2.2.1. Ativando o diálogo

O diálogo de Canais é um diálogo de encaixe;veja a seção Seção 2.3, “Caixas de diálogo e de encaixe” para mais informações sobre como gerenciá-lo.

Você pode acessa-lo:

  • Do menu da janela de imagens em JanelasDiálogos de encaixeCanais.

  • Do menu de guias de qualquer diálogo de encaixe, clicando em e selecionando Adicionar abaCanais.

No menu de Janelas, háuma lista de janelas independentes que existe se pelo menos um diálogo estiver aberto, sem estar acopladoà janela principal do GIMP no modo de janela única.Nesse caso, se já houver um diálogo de Canaisaberto, você pode trazê-lo para cima das outras janelas clicando diretamente em JanelasCanais.

2.2.2. Usando o diálogo de canais

2.2.2.1. Visão geral

Os canais do topo são os canais de cor e o canal Alfa opcional. Eles estão sempre organizados na mesma ordem, e e não podem ser apagados. As máscaras de seleção são descritas abaixo, e aparecem como uma lista no diálogo. Cada canal aparece na lista com seus atributos, incluindo uma miniatura e seu nome. Clicar com o botão da direita na lista de canais abre o menu de contexto de canais.

2.2.2.2. Atributos de canal

Cada canal é exibido na lista com seus próprios atributos, que são bastante similares aos atributos de camada:

Visibilidade do canal

Por padrão, todo canal, e, portanto, todos os valores de cor, são visíveis. Isso é indicado pelo ícone de olho aberto. Clicar no símbolo de olho, ou no espaço em branco reservado para o mesmo, liga e desliga a visibilidade do canal.

Canais vinculados

Os canais representando máscaras de seleção (os novos canais na parte de baixo da lista de canais) podem ser agrupados usando-se o botão com ícone de corrente. Esses canais serão afetados da mesma forma para qualquer operação que afetar um deles, ou outros itens vinculados como camadas e vetores.

Os canais de cores primárias (os canais padrão na parte superior do diálogo) podem ser agrupados também. Por padrão, todos os canais de cor e o canal alfa, estão selecionados: suas entradas na lista estão em destaque. Ao clicar em um desses canais na lista, você pode desativar esse canal. Isso efetivamente trava aquele componente de cor para qualquer operação do GIMP, enquanto o canal estiver desligado. Como a opção de Travar pixels do diálogo de camadas, mas funciona para cada cor em separado,e para todas as camadas ao mesmo tempo. Por exemplo, uma operação de Colorizar uma camada seria aplicada apenas aos canais ativos (agrupados). Clicar de novo no canal torna a ativa-lo.

Miniatura

Um pequeno ícone de pré-visualização representa o efeito do canal. Em uma máscara de seleção, essa pré-visualização pode ser aumentada segurando-se o botão do mouse pressionado sobre a mesma.

Nome do canal

O nome do canal, que deve ser único em cada imagem. Clicar duas vezes no nome de um canal de máscara de seleção permite que você o edite. Os nomes dos canais primários (Vermelho, Verde, Azul e Alfa) não podem ser mudados.

[Cuidado] Cuidado

Os canais ativos aparecem em destaque, (normalmente em azul) no diálogo. Se você clicar num canal primário na lista você liga e desliga a ativação do canal correspondente. Desligar um canal de cor como o vermelho, verde ou azul tem consequências drásticas. Por exemplo, se você desligar o canal Azul, todos os pixels adicionados a imagem não terão um componente azul, então, um pixel que seria branco, acaba ficando da amarelo (100% vermelho, 100% verde, 0% azul).

2.2.2.3. Gerenciando canais

Abaixo da lista de canais há alguns botões que permitem que se faça algumas operações básicas com a lista de canais.

Editar atributos de canal

Só está disponível para canais do tipo máscara. Aqui você pode alterar o nome do Canal. Os outros dois parâmetros afetam a visibilidade do canal na janela de imagem; eles controlam a Opacidade e a cor usadas para a máscara na janela de imagens. Um clique no botão de cor exibe o seletor de cores do GIMP, e você pode escolher outra cor para máscara. Com essas opções você pode usar canais também para simular cores especiais (spot colors) em imagens destinadas a impressão especial.

Novo canal

Aqui você pode criar um novo canal. O diálogo exibido permite que você selecione a Opacidade e a cor da máscara utilizada na imagem para representar os dados do canal. (Se você usar a botão de Novo canal no parte de baixo do diálogo, você pode manter a tecla Shift pressionada para criar o canal com os últimos parâmetros utilizados). Esse novo canal é uma canal do tipo máscara (que pode ser transformado em uma máscara de seleção) aplicado sobre a imagem. Veja Máscara de seleção.

Subir canal

Disponível apenas para canais do tipo máscara: aqui você pode mover o canal para cima na lista de seleção. Pressione Shift para mover o canal para o topo da lista. Independente da posição do canal na lista, os canais de máscara serão exibidos sempre por cimade todas as camadas de uma imagem.

Abaixar canal

Você pode mover o canal para baixo na lista. Pressione Shift para mover o canal para a última posição da lista.

Duplicar canal

Você pode criar uma cópia do canal ativo. O nome do canal ganha um número como sufixo - se já existir outro canal com o mesmo nome e um número, o número vai aumentando.

[Dica] Dica

Você também pode duplicar um canal de cor primária ou o canal alfa. É uma forma fácil de manter uma cópia dos mesmos, de forma que você pode ver como está sua imagem só em um dos canais de cor, ou usá-los depois para criar uma seleção na imagem.

Canal para seleção

Aqui você pode transformar o canal, fazendo com que ele vire uma seleção. Por padrão, a seleção derivada do canal substitui a seleção prévia. É possível mudar esse comportamento usando-se as teclas modificadoras.

  • Shift: a seleção derivada do canal é adicionada à seleção previamente existente. A seleção final é a combinação de ambas.

  • Ctrl: a seleção final é a subtração da seleção derivada de um canal de uma seleção previamente ativa.

  • Shift+Ctrl: a seleção final é a intersecção da seleção derivada de um canal com a seleção previamente ativa. Somente as partes em comum são mantidas.

Remover canal

Somente disponível para canais do tipo máscara: aqui você pode remover o canal ativo.

2.2.2.4. Menu de contexto de canais

Figura 15.11. Menu de contexto de canais

Menu de contexto de canais

Visão geral

Você pode chegar no menu de contexto de canais clicando com o botão direito numa miniatura de canal. Este menu tem as mesmas opções que estão disponíveis nos botões do diálogo de canais. A única diferença é em relação as opções de transformação em seleção: cada uma tem sua própria opção de menu, enquanto que existe um único botão que se comporta de forma diferente, dependendo das teclas modificadoras que está pressionadas quando ele é clicado.

Editar atributos de canal, Novo canal, Subir canal, Abaixar canal, Duplicar canal, Remover canal

Veja Gerenciando canais

Canal para seleção

A seleção derivada de um canal substitui a seleção anterior

Adicionar à seleção

A seleção derivada de um canal é adicionada à seleção previamente ativa. A seleção final é a combinação de ambas.

Subtrair da seleção

A seleção derivada de um canal é subtraída da seleção previamente ativa.

Fazer intersecção com a seleção

A seleção final é a intersecção da seleção derivada do canal com a seleção previamente ativa. Apenas áreas comuns à ambas as seleções são mantidas.

2.2.3. Máscaras de seleção

Figura 15.12. Uma seleção composta a partir de canais.

Uma seleção composta a partir de canais.

Canais podem ser usados para salvar e restaurar suas seleções. No diálogo de canais você pode ver uma miniatura representando a seleção. Máscaras de seleção são uma forma gráfica para criar seleções em um canal de tons de cinza, onde os pixels brancos representam pontos selecionados, e pixels pretos representam pontos não selecionados. Portanto, pixels em várias tonalidades de cinza representam trechos selecionados parcialmente. Você pode pensar nos mesmos como se a seleção tivesse sido enevoada: uma transição suave entre as partes selecionadas e não selecionadas. Isso é importante para evitar um efeito ruim de pixelização quando você preenche a seleção, ou aplica algum efeito depois de separar um elemento da imagem do fundo.

Criando máscaras de seleção

Há várias formas de inicializar uma máscara de seleção.

  • A partir do menu de imagens, escolha SelecionarSalvar para canal, se houver uma seleção ativa.

  • Na janela de imagens, o botão do canto inferior esquerdo, a esquerda da barra de rolagem horizontal, cria uma Máscara rápida: o conteúdo da mesma será inicializado com a seleção ativa.

  • A partir do diálogo de canais, quando você clicar no botão de Novo canal, ou a partir do menu de contexto. Uma vez criada, essa seleção aparece no diálogo de Canais, com o nome cópia de Máscara de seleção, podendo ter um número se já havia um canal com esse nome. Você pode mudar esse nome no menu de contexto, ou clicando duas vezes no nome.

2.2.3.1. Usando máscaras de seleção

Uma vez que o canal esteja inicializado, selecionado (em destaque na lista do diálogo de Canais), visível (ícone de olho no diálogo), e exibido como você deseja (atributos de cor e opacidade), você pode trabalhar no mesmo com todas as ferramentas de pintura. As cores usadas são importantes. Se você pintar com qualquer cor que não seja branco, preto , ou cinza, o valor da cor (sua luminosidade) será usado para determinar o tom de cinza equivalente àquela cor. Quando sua máscara estiver pintada, você pode transformá-la numa seleção clicando no botão (Canal para seleção) ou a partir do menu de contexto

Você pode trabalhar nos canais (máscaras de seleção) não só com a ferramenta de pincel, mas também com as outras ferramentas e filtros. Por exemplo, você pode usar as próprias ferramentas de seleção no canal para preencher áreas uniformemente com degradês ou texturas. Ao adicionar várias máscaras diferentes a sua lista, você pode compor facilmente seleções bastante complexas. Pode se dizer que uma máscara de seleção é para uma seleção o que uma camada é para uma imagem.

[Cuidado] Cuidado

Enquanto um canal (máscara de seleção) estiver ativo, você está trabalhando nesse canal, e não na imagem. Para voltar a trabalhar na imagem, você deve desativar todos os canais (você pode simplesmente selecionar uma camada no diálogo de Camadas para isso). Não se esqueça de desligar sua visualização, clicando no ícone de olho para que ele suma. Certifique-se também de que os 4 canais RGB e A estejam ativos nesse diálogo e exibidos na imagem (os canais no topo da lista).

2.2.4. Máscara rápida

Figura 15.13. Diálogo de máscara rápida

Diálogo de máscara rápida

A Máscara rápida é uma Máscara de seleção que é usada temporariamente para pintar uma seleção. Temporariamente significa que, ao contrário de uma máscara de seleção normal, ela será removida da lista de canais depois de ser transformada numa seleção. Algumas vezes, esbarramos nos limites das ferramentas de seleção quando elas tem que ser usadas para seleções muito complexas em desenhos. Nesse caso, a Máscara rápida é uma boa idéia que pode dar ótimos resultados.

2.2.4.1. Ativando o diálogo

A Máscara rápida pode ser ativada de diferentes formas:

  • A partir do menu da janela de imagens em SelecionarLigar/desl. máscara rápida.

  • Ao clicar no botão do lado inferior esquerdo da janela de imagem, mostrado na figura.

  • Usando-se o atalho de teclado Shift+Q.

2.2.4.2. Criando uma Máscara rápida

Para se iniciar uma Máscara rápida, clique no botão do lado inferior esquerdo da janela de imagem (imediatamente a esquerda da barra de rolagem horizontal). Se uma seleção estava ativa na sua imagem, então o conteúdo da mesma não sofre modificações e a parte que não estava selecionada aparece coberta por uma cor vermelha translúcida. Se não havia seleção ativa, então toda a imagem estará coberta por uma cor vermelha translúcida.

No diálogo de canais, você pode fazer um clique-duplo na miniatura da Máscara rápida para editar os atributos da Máscara rápida. Ali, você poderá mudar sua Opacidade e cor de preenchimento. A qualquer momento você poderá ocultar a máscara clicando no ícone de olho na frente da entrada da Máscara rápida.

A máscara é codificada em tons de cinza, então você deve usar branco ou cinza para diminuir a área limitada pela máscara (área selecionada), ou preto para aumenta-la. Áreas pintadas em tons de cinza, claros ou escuros, serão áreas de transição da seleção, como acontece ao enevoar a seleção. Quando sua máscara estiver pronta, clique novamente no botão a esquerda da barra de rolagem horizontal e a Máscara rápida será removida da lista de canais e convertida em uma seleção.

O propósito da máscara rápida é poder pintar em uma seleção e suas transições sem se preocupar com os passos intermediários de gerenciar canais com máscaras de seleção. É uma boa forma de isolar um elemento numa imagem por que uma vez que a seleção estiver feita, você só tem que remover seu conteúdo (ou inverter a seleção antes, se o objeto desejado estiver na seleção).

2.2.4.3. Usando a Máscara rápida com um degradê

Descrição

  1. Captura de tela da janela de imagem com a Máscara rápida ativa. Enquanto a Máscara rápida estiver ativa, todas as operações são feitas na mesma. Um degradê de preto (a esquerda) para branco (direita) foi aplicado à máscara.

  2. A Máscara rápida foi desativada. A seleção ocupa a metade direita da imagem (veja a linha tracejada de formigas marchantes), por que o limite da seleção é entre os tons de cinza exatamente entre o preto e o branco (valores 127 e 128 para canais de 8 bit).

  3. Uma pincelada é adicionada enquanto a seleção está ativa. Veja só! O degradê, embora não seja visível, permanece existindo na imagem toda, tanto nas áreas que aparecem como selecionadas como no restante da imagem.

Depois que o botão de máscara rápida é pressionado, o comando gera um canal temporário (até o GIMP 2.8, de 8 bit, com valores de 0 a 255), no qual o trabalho progressivo sobre a seleção é armazenado. Se uma seleção já está presente, a máscara é inicializada com o conteúdo da seleção. Uma vez que a Máscara rápida esteja ativada, a imagem é coberta por um véu vermelho translúcido. Essa cor vermelha representa os pixels não selecionados. Qualquer ferramenta de pintura, de cor, ou filtro (inclusive os filtros na seção de Filtros->Renderizar) pode ser usado para criar a seleção na Máscara rápida. Inclusive as próprias ferramentas de seleção! Você pode selecionar áreas da máscara a serem afetadas por filtros ou outras ferramentas. Claro que todas as operações estão restritas ao uso de tons de cinza, de acordo com as propriedades do canal. A seleção final será exibida assim que a Máscara rápida for desligada e seu canal temporário não estará mais disponível.

[Dica] Dica

Se você quiser manter o canal para refinamento posterior, você pode com a seleção visível, usar a opção no menu selecionar de Salvar para canal, ou, com a Máscara rápida ativa, clicar no botão de Duplicar, no diálogo de Canais.

2.2.4.4. Uso
  1. Abrir uma imagem ou criar uma nova.

  2. Ativar a Máscara rápida usando o botão do lado inferior esquerdo na janela de imagens. Se uma seleção estiver presente, o conteúdo da mesma será tranferido para a máscara.

  3. Escolher uma ferramenta de pintura e usa-la, com tons de cinza na Máscara rápida.

  4. Desativar a Máscara rápida clicando no mesmo botão.