Apêndice B. Reportar bugs e solicitar melhorias

Índice

1. Certificando-se de que é um Bug
2. Reportando o Bug
3. O que acontece com um relato de bug depois que você o envia

É triste dizer, mas nenhuma versão do GIMP lançada foi absolutamente perfeita. Mais triste ainda, provavelmente nenhuma versão lançada jamais será. Apesar dos esforços para garantir que tudo funcione, um programa tão complexo como o GIMP corre o risco de sofrer problemas de vez em quando, ou mesmo travar.

Mas o fato de bugs serem inevitáveis não significa que eles devem ser aceitos passivamente. Se você encontrar um bug no GIMP, os desenvolvedores gostarão de saber sobre ele para que possam pelo menos corrigi-lo.

Vamos supor, então, que você encontrou um bug, ou ao menos acha que encontrou: você tenta fazer algo, que gera como resultado algo que você não esperava. O que você deveria fazer? Como deveria reporta-lo?

[Dica] Dica

O procedimento para fazer um requerimento de melhoria;isso é, para fazer um pedido aos desenvolvedores para adicionar uma funcionalidade nova, é praticamente o mesmo procedimento que para relatarum bug. A única coisa diferente é marcar o informe como uma melhoria (enhancement) durante a criação, como descrito abaixo.

Assim como acontece em vários outros projetos de software livre, o GIMP usa o mecanismo de reportar bugs chamado Bugzilla. Esse é um sistema baseado na web muito poderoso, capaz de gerenciar milhares de reportes de bugs sem perda de informação. Na verdade, o GIMP compartilha a sua base de dados do Bugzilla com todo o projeto Gnome. Enquanto isso estava sendo escrito, o Gnome Bugzilla possuía 148632 reportes de bug, não, agora são 148633.

1. Certificando-se de que é um Bug

A primeira coisa que você deverá fazer, antes de reportar o bug, é fazer um esforço para verificar que o que você está vendo realmente é um bug. É difícil descrever um método para fazer isso que seja aplicável em todas as situações, mas ler a documentação é útil, e discutir a questão no IRC ou através da lista de e-mail pode ser muito útil. Se você estiver vendo um travamento, em não um comportamento imprevisto mais simples, as chances de ser um bug são grandes: programas bem escritos não são desenvolvidos para travarem sob nenhuma circunstância. De qualquer forma, se você fez o esforço para ver se é realmente um bug, mas ainda sim não tem certeza, então vá em frente e o relate: o pior que pode acontecer é gastar um pouco do seu tempo.

[Nota] Nota

Aliás, existem algumas coisas que são conhecidas por causar travamentos no GIMP mas o trabalho de corrigi-las seria tão grande que não vale a pena. Uma delas é pedir ao GIMP para fazer algo que requer muita memória, como criar uma imagem de um milhão de pixels de cada lado.

Você também precisa verificar se está usando uma versão atualizada do GIMP: reportar um erro que já foi corrigido é uma perda de tempo para todos. (Versões antigas, até GIMP 2.6 não possuem mais suporte, então se você usa-lo e encontrar bugs, experimente fazer uma atualização para o GIMP 2.8 ou viva com eles.) Inclusive, se você estiver usando uma versão de desenvolvimento do GIMP, certifique-se de que você pode ver o bug na última versão disponível antes de fazer o relato.

Se depois dessas considerações você ainda acreditar que tem um legitimo relato de bug ou pedido de melhoria, então o próximo passo é ir para a página de consulta do Bugzilla do GIMP (http://bugzilla.gnome.org/query.cgi), e verifique se outra pessoa já reportou a mesma coisa.

Existem duas maneiras para você buscar bugs: um fomulário simples para encontrar um bug específico Find a Specific Bug, e a busca avançada Advanced Search. (O Bugzilla do GNOME não funciona com suporte a múltiplas línguas, e a interface está em inglês)

1.1. Encontrar um bug em específico

Figura B.1. Bugzilla: encontrar um erro em específico

Bugzilla: encontrar um erro em específico

Buscar por erros usando o formulário simples de busca de bugs


Ao usar esse formulário, primeiro você precisa selecionar o GIMP em Product (produto) (classificado como Other) usando a lista suspensa. Então você apenas precisa entrar com alguns termos (separados por espaço) para a busca,

filter crash

na caixa de texto e clicar no botão Search.

1.2. O formulário avançado de busca - Advanced Bug Search Form

A forma alternativa, a página avançada de busca, permite buscar na base de dados de bugs de diversas formas:

Figura B.2. Bugzilla: Busca Avançada

Bugzilla: Busca Avançada

Procurando por bugs usando o formulário de busca avançado


Infelizmente essa página é um pouco mais complicada de usar do que deveria ser (pelo menos alguns itens possuem links para uma ajuda mais detalhada), mas isso é basicamente o que você deveria fazer:

Summary

Marque isso como contains any of the words/strings

Na caixa de texto correspondente, digite uma ou mais palavras que alguém usaria ao escrever um resumo de uma sentença de um bug similar ao seu. Por exemplo, se o problema é que aumentar muito o zoom faz o GIMP travar, então a palavra zoom seria uma boa escolha. Lembre-se de escrever em inglês.

Classification

Other ( já que o GIMP não faz parte da suíte de desktop do GNOME).

Product

Marque como GIMP (ou GEGL, GIMP-manual etc, se for mais apropriado).

Component, Version, Target Milestone

Não faça nada nesses.

Comment, Whiteboard, Keywords

Por enquanto, não mexa aqui. Se a sua busca não encontrar nada, pode ser interessante colocar seus termos de busca na área Comment aqui, mas isso pode resultar em uma grande quantidade de resultados ou em nada.

Status

Esse campo de texto codifica o status de um reporte de bug: se ele continua aberto, se foi resolvido, etc. Se você deseja ver todos os reportes de bug relevantes, independente do estado, então você deve ver manter o mouse pressionado e selecionar todas as entradas. Deixar esse campo em branco não funcionará.

Resolution, Severity, Priority, OS

Normalmente você não deverá mexer nesses itens.

(Outros itens)

Não faça nada nesses.

Após você ter ajustado essas coisas, clique no botão Search que existe tanto na parte superior quanto inferior da página; ambos fazem a mesma coisa. O resultado é então uma lista de reportes de bug – com sorte não tão grande – ou uma mensagem dizendo Zarro boogs found. Se você não encontrar nenhum reporte de bug fazendo isso, fazer uma nova busca com termos diferentes pode funcionar. Se apesar dos seus esforços, após isso tudo você registrar um reporte de bug e esse acabar sendo resolvido como Duplicate, não se preocupe: isso acontece o tempo todo, até mesmo com o autor dessa documentação, que trabalha com o Bugzilla do GIMP quase que diariamente.

[Dica] Dica

Dependendo das configurações do seu navegador (por exemplo, se o JavaScript estiver ativado), você pode ver um link Give me some help. Se você clicar nesse link, a página será recarregada e então mover o ponteiro do mouse para uma entrada fará aparecer uma pequena janela de ajuda.