Capítulo 2. Iniciando o GIMP

Índice

1. Executando o GIMP
1.1. Plataformas conhecidas
1.2. Idioma
1.3. Argumentos da Linha de Comando
2. Iniciando o GIMP pela primeira vez
2.1. Finalmente . . .

1. Executando o GIMP

Most often, you start GIMP either by clicking on an icon (if your system is set up to provide you with one), or by typing gimp on a command line. If you have multiple versions of GIMP installed, you may need to type gimp-2.10 to get the latest version. You can, if you want, give a list of image files on the command line after the program name, and they will automatically be opened by GIMP as it starts. It is also possible, though, to open files from within GIMP once it is running.

A maioria dos sistemas operacionais suportam associações de arquivo, que associam uma classe de arquivos (como determinado pela sua extensão de nome de arquivo, como .jpg) com uma aplicação correspondente (como oGIMP). Quando os arquivos de imagem são devidamente associados com o GIMP, basta clicar duas vezes em uma imagem para abrir a mesma no GIMP.

1.1. Plataformas conhecidas

O GIMP é o manipulador de imagem com maior suporte a sistemas diferentesdisponível hoje. As plataformas em que se sabe que oGIMP funciona incluem:

GNU/Linux™, Apple Mac OS X™, Microsoft Windows™, OpenBSD™, NetBSD™, FreeBSD™, Solaris™, Solaris™, AIX™, HP-UX™, Tru64™, Digital UNIX™, OSF/1™, IRIX™, OS/2™, e BeOS™.

O GIMP é facilmente transferido para outros sistemas operacionais, devido a disponibilidade de seu código fonte. Para mais informações visite a página inicial para desenvolvedores doGIMP. [GIMP-DEV].

1.2. Idioma

O GIMP detecta automaticamente o idioma do sistema. No caso improvável da detecção de idioma falhar, ou se você só quer usar uma linguagem diferente, desde o GIMP 2.8, você pode fazê-lo em: EditarPreferênciasInterface.

Você também pode usar:

No Linux

No Linux ou Mac OS X: no terminal, digite LANGUAGE=pt_BR.utf-8 gimp ou LANG=pt_BR.utf-8 gimp substituindo pt_BR.utf-8 por fr.utf-8, de.utf-8, en, ... de acordo com o idioma que você deseja. Usar: LANGUAGE=pt_BR.utf-8 define uma variável de ambiente para a execução do programa gimp.

No Windows XP

Painel de ControleSistemaAvançadoAmbiente ná áreaVariáveis de Sistema, botão Adicionar: Entre LANG para o nome e pt_BR, ou fr, ou de ... para a entrada Nome e para fr, ou it, etc.. para Valor. Cuidado! Você tem que clicar em três botões OK sucessivos para validar a sua escolha.

If you change languages often, you can create a batch file to change the language. Open NotePad. Type the following commands (for french for instance):

set lang=fr
start gimp-2.10.exe

Save this file as GIMP-FR.BAT (or another name, but always with a .BAT extension). Create a shortcut and drag it to your desktop.

Outra possibilidade no Windows XP: IniciarProgramasGTK Runtime Environment Então Selecione a linguagem e selecione a linguagem que você deseja na lista flutuante.

No Apple Mac OS X

Em Preferências do Sistema, clique no ícone internacional. Na guia Idioma, o idioma desejado deve ser o primeiro na lista.

Outra instância GIMP

Use -n to run multiple instances of GIMP. For example, use gimp-2.10 to start GIMP in the default system language, and LANGUAGE=en gimp-2.10 -n to start another instance of GIMP in English; this is very useful for translators.

1.3. Argumentos da Linha de Comando

Although arguments are not required when starting GIMP, the most common arguments are shown below. On a Unix system, you can use man gimp for a complete list.

Command line arguments must be in the command line that you use to start GIMP as gimp-2.10 [OPTION...] [FILE|URI...].

-?, --help

Exibe uma lista de todas as opções de linha de comando.

--help-all

Mostra todas as opções de ajuda.

--help-gtk

Mostrar as opções do GTK+.

-v, --version

Imprime a versão do GIMP e sai.

--license

Mostrar informações de licença e sai.

--verbose

Mostrar as mensagens de inicialização em detalhes.

-n, --new-instance

Iniciar uma nova instância do GIMP.

-a, --as-new

Abre as imagens como se fossem novas.

-i, --no-interface

Executa sem uma interface de usuário, por exemplo, para se executar um script automaticamente, junto com a função --batch

-d, --no-data

Não carrega texturas, degradês, paletas ou pincéis. Muitas vezes, útil em situações não-interativas, onde o tempo de inicialização deve ser minimizado.

-f, --no-fonts

Não carrega nenhuma fonte (tipográfica). Isso é útil para carregar o GIMP mais rápido para os scripts que não utilizam fontes, ou para encontrar problemas relacionados a fontes com problemas que possam fazer o GIMP travar.

-s, --no-splash

Não mostra a tela inicial durante a inicialização.

--no-shm

Não use memória compartilhada entre o GIMP e plug-ins.

--no-cpu-accel

Não use funções especiais de aceleração de CPU. Útil para encontrar ou desativar bugs das funções aceleradas em hardware.

--session=nome

Use um arquivo sessionrc diferente para esta sessão doGIMP. O nome de sessão dado é anexado ao nome do arquivo padrão - sessionrc.

--gimprc=Nome do arquivo

Use um arquivo gimprc alternativo em vez do padrão. O arquivo gimprc contém um registro de suas preferências. Útil nos casos em que os caminhos dos plugins ou características da máquina possam ser diferentes, ou para ter diferentes configurações dependendo do tipo de trabalho que você vai fazer.

--system-gimprc=Nome do arquivo

Usa um arquivo gimprc alternativo, em vez do gimprc do sistema.

-b, --batch=comandos

Executa o conjunto de comandos dados não interativamente. O conjunto de comandos é tipicamente na forma de um script que pode ser executado por uma das extensões de script do GIMP. Quando o comando é -, os comandos são lidos da entrada padrão. Pode ser usado em conjunto com a opção --no-interface

--batch-interpreter=proc

Especificar o procedimento a usar para processar os comandos de lote. O procedimento padrão é o Script-Fu.

--console-messages

Não criar caixas de diálogo pop-up com erros ou avisos. Imprimir as mensagens no console ao invés disso.

--pdb-compat-mode=modo

Modo de compatibilidade do PDB. Os modos são "off", "on", "warn" (desligado, ligado, aviso). O padrão é "aviso".

--stack-trace-mode=modo

Depurar no caso de uma falha. Os modos são "never", "query", "always" (nunca, consultar, sempre)

--debug-handlers

Habilita manipuladores de sinais de depuração não-fatais. Útil para depuração do GIMP.

--g-fatal-warnings

Tornar todos os avisos fatais. Útil para depuração.

--dump-gimprc

Imprime um arquivo gimprc com as configurações padrão. Útil se você estragou o seu arquivo gimprc.

--display=display

Use o display X designado (não se aplica a todas as plataformas).